segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Outubro Rosa



Salve gente.

O Outubro rosa tá com tudo. Todo mundo rosáceo pra justificar o tema. As mulheres precisam se conscientizar. E cá pra nós, não só sobre a importância do exame do câncer de mama. Tem muita coisa importante pra ser lembrada.

O Papa Nicolau, por exemplo. Importantíssimo.

O Papa Francisco, idem.

Aquela coisa dos soutiens, the same.

Não, eu não falo da importância de queimar, eu falo da importância de se usar. O chão tá frio, minha gente. E não adianta nada não morrer de câncer e morrer gripado. Afinal, a gripe também tá matando.

Vocês sabem, nem só de conscientização feminina vive o mundo. Os homens também tem que fazer a sua parte e se conscientizar. Ir lá fazer o exame do toque depois dos quarenta. Importante. PSA, só, parece que não resolve.

E tá todo mundo numa conscientização danada. O time do Toque da Raposa também resolveu se conscientizar: e o Outubro rosa começou com tudo, meninas!

Mas, chegando o dia 13, você sabe, 13 é galo. Mas nem por isso vamos crucificar alguém. Não vamos diminuir todo o esforço, toda a conquista, todos os bigodinhos pretinhos, todos os pontos ganhos do time do Toque da Raposa.

Levanta a cabeça, menina. Dá a volta por cima, ajeita a saia, dá um tapa no pó de arroz, passa um batom que o outubro é de vocês. O futebol mineiro precisa do seu apoio pra galgar este pico, o cume, enfim. O Galo não quer ser campeão da libertadores sozinho e nem disputar o campeonato mundial alone.

Mas não há de ser nada. Eu sou mais vocês. Como diria a sabedoria poética de Milton e Brant, “...Mas é preciso ter força, É preciso ter raça, É preciso ter gana sempre, Quem traz no corpo a marca, Maria, Maria, Mistura a dor e a alegria...”

Ouvi dizer que tem uma corrente forte, de ouro com strass, e uns pingentes chiquérrimos (um de lápis lázuli pra combinar com o uniforme, inclusive) dentro do Toque da Raposa que está numa campanha do babado pra mudar o mascote Raposinha azul para Pantera Cor de Rosa. Afinal, é outubro, né gente? ;)


Nenhum comentário: