segunda-feira, 14 de maio de 2012

O Desrespeito da Operadora VIVO



Acabei de receber 6 mensagens em sequência dizendo:
"Nao e possivel enviar torpedos sms deste numero de telefone" - nem correção ortográfica tem na VIVO.

Há 7 meses, fui convencido a trocar de aparelho para um Iphone. Detesto. Como trabalho com isso, como sou mestrando em Interações Midiáticas, como as relações interpessoais são perpassadas pela absoluta falta de noção quando se pensa em contato e exposição pública, aderi a contragosto. Detesto Facebook, apesar de ficar quase 12h por dia conectado. Aliás, nada me tira da cabeça que a diferença entre Mark Zuckerberg, Steve Jobs e a Rede Globo é isso:

Os primeiros inventaram uma coisa sem necessidade nenhuma, que colou. Já a Globo inventou o comentarista de arbitragem nos jogos de futebol - que é uma coisa sem necessidade nenhuma, que não cola nem empurrada goela abaixo.

Mas não vamos desviar o assunto. O que importa aqui é que o simpático, educado e competente Lucas Ferreira, representante da VIVO no Minas Tênis Clube, fez a gentileza de me convencer a cancelar o meu plano, fazendo imediatamente outro ("sem nenhuma perda para mim") pra que eu fosse "beneficiado" com a promoção do IPhone.

Pois bem: há 7 meses, no dia de pagar a conta, volto na loja e explico ao Lucas (que entendeu desde a primeira vez) que a VIVO não colocou no IPhone o pacote de dados. E a minha conta tem vindo cerca de 750,00 todos os meses, quando deveria vir 300, aproximadamente.

Pacientemente, volto lá, não xingo o Lucas, não desrespeito o Lucas, peço a gentileza de sua ajuda e tenho o desgosto de não ter meu problema resolvido, por mais que explique ao Lucas que se ele continuar fazendo tudo pra me ajudar igual tem feito, o resultado só pode ser o mesmo...

No último mês, recebo ainda, como prêmio por minha paciência infinita, meu nome no SERASA, porque diz a VIVO que existia um resíduo da última conta - apesar de eu ter feito a quitação nos meses sequeciais, sem uma única interrupção.

O fato é: estamos completamente a mercê dos gigantes capitalistas, que têm na despersonalização do contato sua principal arma. Me explico. Eles engendraram a seguinte dinâmica: não adianta nada falar com um atendente. Nem se for o simpático e competente do Lucas, que, acredito, realmente quer me ajudar. Os atendentes estão a mercê do sistema. – Ah, o sistema não deixa. Isso é bloqueado no sistema.

Daí você tem uma única alternativa: ligar pra um desqualificado no telemarketing que tem uma forma de bolo perversa, que não sabe sequer aonde a vaca tossiu. Aí, neste limbo despersonificado, você não consegue falar com o "chefe", não sabe se o nome da pessoa com quem fala é fictício, é colocado no MUTE se começa a esbravejar depois de ser tão desrespeitado (uma chefe de telemarketing que foi minha aluna me contou), e não sabe nem a quem seria possível cometer um ato de vandalismo em total desespero. Porque, afinal de contas, quem é o ENTE denominado VIVO??? Um sistema? Uma pessoa? Uma empresa onde as suas duas únicas formas de contato se tornam despersonificadas e "sem culpa no cartório"?

Me resta tentar entrar na justiça, passar a vergonha de ter meu nome no SERASA e manchado no crédito pessoal e escrever algumas linhas no Blog, pra ver se quem teve a paciência de ler pode divulgar, comentar, compartilhar, pra que o nome da VIVO seja tão sujo como o meu. Gostaria que a VIVO me dissesse, já que sou cliente desde 1994 ou 95, o valor correspondente a "quantos carros" eu já paguei pra esta operadora, sem que eu tenha DE FATO, o controle do que cheguei a gastar.

Afinal, já que eu não entendo nada de Direito, gostaria de saber: os Promotores Públicos não são clientes da VIVO e não usam IPhone?


4 comentários:

Jorge Santos disse...

A minha historia é igualzinho a sua. Mas, o nome da operadora muda. TIM. Quase é como um destes formulários onde você escreve na linha pontilhada. Mas estou como você, com meu nome no SERASA, com menos 2.000 reais na minha conta e uma vontade danada de quebrar alguma coisa... E nem é um consolo ler sua queixa. Aumenta a indignação.

Estamos a mercê deles.

Patricia Ferreira disse...

Be, infelizmente e o que você afirmou: os contratos de adesão despersonificam as relações e passamos a ser mero número nas mãos destes idiotas. Infelizmente, de novo, precisamos dos serviços e acabamos nos submetendo a esses lixos que chamam serviço.
Infelizmente, mais uma vez, movimentos como este seu, ainda que com sem números de compartilhamentos ou mesmo ações judiciais, não tocam essas empresas a ponto de fazê-las repensar seus valores ou aprimorarem seus serviços. Creio que pelo fato capitalista de sermos obrigados a nos submeter a elas pela necessidade do serviço que nao podemos fazer por nos mesmos.
Nao se iluda que se você mudar de operadora será mais feliz. Há meses os clientes da Tim, eu inclusive, estamos reclamando da total ausência de serviços e o único movimento que eles fazem e colocar novos comerciais, com novas ofertas, para atrair mais idiotas e superlotar, ainda mais, a rede já ineficiente.
Mas, como prêmio de consolação, se você for a Justiça, deve receber uma indenização ínfima que será uma faca de dois gumes: pode lhe acalmar ou elevar sua ira ao ápice.
Mas ( outro), como acho que temos a obrigação de insistir em melhorar o futuro (pense na Beatriz) acho que deve entrar com a ação e procure tb a vereadora Maria Lucia Scarpelli, mãe do Bruno, nosso colega da Estacio, que integra a comissão de defesa do consumidor e sempre compra essas brigas com bons resultados finais.
Beijo

Ana Cabral disse...

Depois que eu descobri o www.reclameaqui.com.br a minha vida mudou!!! Resolvo todas essas "inhacas" diárias através do site e graças a eles não tenho que ser atendida pelos atendentes do call center e correr risco de infartar ou ter um câncer de tanto ódio. Outra saída excelente é a Anatel, você liga e em no máximo 5 dias a operadora lhe retorna com um atendimento decente, atencioso e não robótico, é um atendente de verdade!! Pois eles são multados pela Anatel caso não solucionem o problema.
Passei recentemente por uma experiência com a Serasa Experian na minha empresa e estava tão indignada que resolvi pegar na internet todos os emails dos presidentes, vice presidentes, diretores e mandei um email com o seguinte título: Sou uma babaca, cliente da Serasa Experian. Incrivelmente recebi o retorno do presidente da Serasa com um email pessoal e real e em menos de 15 minutos meu problema estava resolvido. Tente resolver através de algum desses canais, porque a justiça por aqui não é justa e é lenta e você vai se aborrecer ainda mais! A indenização paga nesses casos não vale a perda de tempo e os aborrecimentos por isso sempre procuro uma solução alternativa. Boa sorte!

Bê Sant Anna disse...

Agradeço de coração por terem colocado aqui seus depoimenos, Ana Cabral, Patrícia Ferreira e Jorge Santos. Foram mais de 33 compartilhamentos até o momento no facebook, só eu tenho 1900 "amigos". Fora Twitter. Ainda vou ficar twittando isso e colocando no Facebook até resolverem essa coisa absurda. Se as pessoas se indignassem coletivamente, tudo seria melhor. É sinal triste desses tempos um "smart" mob dar quórum e uma passeata contra corrupção não. Mas vamos.