terça-feira, 2 de novembro de 2010

Sobre tudo e sobre nós, homens e mulheres.

clique:

De um fragmento do filme Na Natureza Selvagem que postei aqui e que não pode ser perdido:

...quero te dizer uma coisa pelo que entendi das coisas que me contou sobre sua família, sua mãe e seu pai;
e sei que teve problemas com a igreja também:
mas existe algo maior que todos podemos apreciar...
e, me parece, você não se importa de chamar isso de Deus.

Mas quando você perdôa... você ama.
E quando ama... a luz de Deus brilha em você.
...

Preciso dizer mais?

2 comentários:

Carla Vergara disse...

disse tudo, rapaz. tudinho numa síntese poética da vida.

Rachel Murta disse...

Você me disse outro dia que aprendeu a perdoar no Caminho. Então, como no texto do filme, aprendeu a amar também (coisa que eu acho que você já sabia antes). Será que existe amor sem perdão?