quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Flor ir

Filha,
olha a foto. Essa é a foto da primeira arvorezinha sua, minha borboletinha. Seu Bonsai que voltou a brotar.
Quando você se foi ela sentiu na hora. Cairam todas as folhas, ela secou, ficou triste, só. Daí eu pedi pra Rê e o Rock darem um jeito nela.
A Rê logo puxou a minha orelha, filha. Ela disse do tempo. O tempo que faz brotar. O mesmo tempo que leva, traz. O mesmo tempo que vem, passa. O tempo que dói, cura. O que amarga, adoça. O tempo é passageiro da vida, filha.
V ida.
V     ida.
V                 ida.
Sem volta, nos encontra na plataforma da estação. Onde chegamos, onde partimos.
Hoje partido, amanhã, chegando. Reparou bem nessa frase, filha? Ela é muito importante e muito certa, em suas várias formas de ler:
Hoje partIdo, amanhã, chegAndo.
Guardei minha expectativa no armário, filha. Que bom que você está há 56 dias na praia com a mamãe. Quisera eu tirar umas férias desse tempo todo também... Aproveita aí pro pai. E se lembra que longe é um lugar que não existe...



4 comentários:

Marcela disse...

Que coisa mais linda, Bê. Deus conserve. Beijocas

Re Bevilaqua disse...

Tempo e momentos.
Vida feita de momentos que passam com o tempo.
Momentos cheios de vida que precisam de um tempo.
Que bom que pude trazer um momento de alegria. Que tempo bom!

Bê Sant Anna disse...

Sou Grato, de Cor.
Bê ijos!

Entra aí e renove-se também!
http://www.terrabonsai.com.br/

Renata Feldman disse...

Bê querido,
Seu blog ficou florido com a Beatriz!
Abração!