quinta-feira, 24 de novembro de 2011

do-ação

Meu amigo me perguntou há pouco: - ah, quando você se doou por inteiro? Quando ficou completamente tomado pela amada, quando ligou o foda-se e se jogou totalmente em um relacionamento?
...
Acho que ele me perguntava pensando que não haveria uma resposta.
Ele queria saber do ato de amor, de morrer nos braços da sua amada, nos seios, de se tornar nada, tudo, depois de ter-ser tor-nado o tudo, nada...
É melhor que eu diga!

Re-tornar, se fazer ver, valer, sentir. A-mar sem medida, sem medo, sem sentido. Sem hora pra começar, sem hora pra acabar. De dia, de noite, na hora do café depois do banho, já pronto pra trabalhar... amar sexo, amaremoto, amaré. "Amar é o que sei fazer melhor", como diz o poeta.

O sonho de amar amando é o sonho de sonhar-se em sonho.
Sem sentido, é o real mais quereal que bate à sua porta.
Aorta.

Nenhum comentário: