quarta-feira, 19 de outubro de 2011

sobre a vontade e a burrice

Burrice não mede as consequências.

Burrice se esquece que quem planta, escolhe - como eu disse num haikai.

Sim, porque "quem planta, colhe", é lei da física, não precisa explicar, defender, levantar bandeira pra ver se é entendido... Ação e REAÇÃO.

Burrice não se sabe burro. Burrice se esquece que o tempo passa, que o outro escolhe, que existe um norte, que existe um sul, um sudeste, o vento, o sopro, no ouvido, a noite, o dia, a morte, a sorte, o porte, o corte.

és. colha.

Porque perdoar é uma coisa. Esquecer, outra bem diferente.

As pessoas crescem. Independentemente da burrice. E da vontade.

Como diz meu amigo, Deus só limitou a inteligência.

Nenhum comentário: