quarta-feira, 8 de junho de 2011

efeitos

Minhas costas dóem.
Ontem, acordei com o yogo caindo no meu colo. Uma bola imensa me acordando, dizendo que era pra ir pra cama, que não tinha nenhuma condição de continuar ali, no computador.
Hoje, minhas costas ainda dóem. Tomei um tandrilax quando deitei, outro 3 da manhã, quando não suportava mais o incômodo, junto com o pantoprazol, e resolvi não resolver.  Até porque não dá exatamente pra resolver nada 3 da manhã com um pantoprazol e um tandrilax na cabeça.
Estou deitado. Minhas costas ainda dóem. Vou tentar dormir, não sonhar com você, não sonhar com você, não sonhar com você.
Sabe? Meu mundo e nada mais.
Hoje, sou só um jeito de dormir tandrilax e acordar sem dor. Ou sem os efeitos da dor.

Nenhum comentário: