segunda-feira, 16 de maio de 2011

Muda



A vida muda.
Encontra, liberta, prende, escraviza.
Discute, banha, nasce, eterniza.
A vida muda.
Faz brotar, faz pensar, faz sentir, faz falar.
Faz crescer, faz pensar, faz fazer, faz amar.
A vida muda.
Outros olhares, outros sonhos, outras vestes, outras virtudes.
Outros outros, outros mesmos, outros vícios, outros anseios.
A vida muda.
Mudo o silêncio, muda a disputa, muda a agonia, muda, esperança.
Medo de tudo, medo de nada, medo da muda, me dou na estrada.
A vida muda.
Nada a dizer, nada dizer, nada somente,
quando encantados.
Puro é o querer.
A morte cala.
A vida, não. A vida, muda.

Um comentário:

Renata Feldman disse...

E a vida fala, a vida canta, a vida grita, a vida dança.
Abração!