quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Para minha Amiga Cris Vieira

...daí, eu escrevi pra minha amiga:

"Tudo vale a sorte, se a alma permite a morte. Quando não temos medo de perder, é muito fácil arriscar ganhar... mas só se descobre isso quando se entende que se morre um pouco a cada dia, que a morte é a comprovação da vida, seu sumo, depois de espremido..."

Essa foto que adoro, é de Magdebourg, na Alemanha. De quando visitei minha amiga Cris. À época, eu estava treinando pra Maratona de Paris, coisa que fiz, que me deu prazer, que despertou meus sentidos pra novas descobertas e desafios. A Cris aprendeu, sabe. Apesar de eu não ter escrito isso acima pra ela, ela sabe que o que nos movimenta nos mata, um pouquinho a cada dia, e que isso que é bom; gastar um pouco a bateria da vida do que ficar sentado "no trono de um apartamento com a boca escancarada cheia de dentes...", já que assim, não se espera a morte, se espera a vida, que não chega nunca. Só correndo atrás da morte vivemos, só morrendo um pouquinho a cada dia vivemos, só espremendo o sumo da vida sentimos seu sabor agridoce e experimentamos como é treinar e correr uma maratona, andar 850km ao lado de si mesmo, olhar no espelho e ver: não a imagem que queremos, mas a imagem que está lá. Sem o photoshop dos sonhos, sem o véu da ilusão.

Quero morrer o dia de hoje. E, se amanhã vivo, vou querer morrer o dia de amanhã. Afinal, minha querida, bela, profunda e sábia amiga Cris Vieira, todo o dia, quando acordo, eu digo: "Another day in paradise! Eu, vivo, hoje, o meu presente!"

Saudades tantas, Cris.



3 comentários:

Ramiro Maia disse...

o poeta não morreu!!!

Bê Sant Anna disse...

é verdade, Peregrino! Você bem sabe o sentido das minhas palavras...

Bê Sant Anna disse...

Bê,

nao consigo publicar meu comentario no seu blog, pois a conta no google esta desativada.

Vc poderia colocar lah pra mim, por favor, o seguinte comentario em relacao ao texto que escreveu pra mim:

Poeta,

agradeço e me sinto honrada com a dedicatória. Você é uma parte muito boa do meu processo de crescimento! Sua passagem por aqui foi luz inspiradora e inesquecível! Tens um cantinho no meu coração. Estou na torcida! Beijinhos. Cris Vieira