terça-feira, 21 de setembro de 2010

Harley Davidson Sportster Iron

O sonho pede passagem. A escolha pede, acolhida.
O manto do dever ser pede licença. E me abraça, irresponsável.
Sim, quero ser, me mostrar sendo, escolhendo, aprendendo a ousar os 50% de chances de erros e acertos de cada diaescolha.
Só isso, bestagem.
Só vontadezinha boba de querer e topar ser livre um pouquinho pra decidir o que se quer, assim assim.
Só poder sentir um pouco mais o vento e sabê-lo Deus, manifestação nas coisas todas.
O momento não pede?
Nunca é tarde pra se fazer o que se quer de verdade... nem o que precisa ser feito.
Acreditar nisso é o primeiro passo pra incorporar definitivamente a atitude.
Afinal, eu sei onde está meu passaporte, como disse num post um pouco abaixo deste...

2 comentários:

Carla Vergara disse...

que delícia, bê!
que vontade de vento soprando no rosto a existência de deus.
beijo.

Fabiana Ferraresi disse...

Rá!
Como diz a música:"...isso pra mim é viver".