domingo, 20 de junho de 2010

São João.



Atrás das bandeirinhas, a expectativa do sonho.
Atrás das bandeirinhas, o beijo roubado, o encontro esperado, a fogueira que queima, a troca de olhares.
Atrás das bandeirinhas, quentão.
Atrás das bandeirinhas, o casamento de mentirinha, a noiva pronta, o padre de brinquedo, o noivo iludido.
Atrás das bandeirinhas, festa, folia.
Atrás das bandeirinhas, mães correndo atrás de meninos, estalinho, meninos correndo atrás de meninas.
Atrás das bandeirinhas, uma janela se abre para a vida que se quer.
E o vento que passeia azul, laranja, vermelho, verde, amarelo...

...e Bárbara brinca, linda, colorida, bem na frente do meu sonho...
Êta, São João retado! Assim eu queimo!...

Um comentário:

Renata Feldman disse...

Ê, trem bão sô! Caminho da roça!