domingo, 9 de maio de 2010

Skilpadde


Ela deu sete voltas em volta do noivo.

A outra me ensinou uma palavra misteriosa: Kjærlighet.

Uma ficou com as bochechas sorriso no olhar, óculos de professorinha e encanto de aluna.

Outra pediu pra pagar tudo, que era a vez dela.

Esta não sabe dos de-signos do amor.

Aquela encontra ardente um jeito de ser minha, um jeito deu ser seu e chacoalha.

Tem uma que move, outra estaca, uma brinco de pérolas, outra sem brincos que tenho alergia.

No silêncio do ser, encontro espaço pra olhar pra dentro e contemplar a beleza ousada de suas presenças no mundo. Fiquei pensando:

- afinal, quem é que sabe Norueguês?!?

Nenhum comentário: