segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Sensibilidade em alta

Que merda. Detesto excesso de sensibilidade. Tenho lutado contra essa tendência ao drama já há muito tempo... Será que existe alguma pesquisa indicando que o ser humano, assim como fica mais frágil em uma gripe na parte da noite, fica mais sensível na parte da manhã? Você já notou que quando está gripado, parece que à noite a gente sente mais? Ou será que sou só eu?

Sempre me sinto mais fraco à noite, quando estou gripado... Deve ser assim com a sensibilidade. Parece que a gente fica mais sensível de manhãzinha... Saco: foi só entrar o comercial de dia dos pais do Boticário e... pronto. Não vou falar que chorei, porque homem não chora. Foi só entrar o comercial do Mais Você com a Ana Maria Braga de cabelo vermelho e... pronto. Tem alguma coisa mais tocante que a Ana Maria Braga de cabelo vermelho? A sorte é que no Bom Dia Brasil tem também o cabelinho da Zileide Silva, pra dar aquela alegria na gente, liberar o sorriso, em contraposição ao triste cabelo vermelho da dona do Lôro... Cabelinho não, cabeninho. É uma graça, parece um ninhozinho.

Daí apreciamos a beleza da voz da Zileide, apreciamos a beldade quase exótica da Renata e pronto: equilibramos o sistema razão X sensibilidade. E vamo que vamo, pra mais um dia frio, chato, até nos sensibilizarmos de novo, amanhã de manhã...


link do filme: http://www.youtube.com/watch?v=ZcbhA6bemgY

15 comentários:

Anônimo disse...

Bernildo, você anda muito dramático! Dia frio e chato tá na sua cabeça, desde ontem a noite, síndrome de domingo, mesmo sem ouvir a musiquinha dos Trapalhões ou do Fantástico. Lembre-se daquele Mario Quintana que já te mandei:"Bendito quem inventou o belo truque do calendário, pois o bom da segunda-feira, do dia 1º do mês e de cada ano novo é que nos dão a impressão de que a vida não continua, mas apenas recomeça...". Manhã linda de sol de segunda-feira, cheia de INSUPORTÁVEIS possibilidades! Ah, quanto ao comercial do Boticário, não super estime sua sensibilidade. Quem não chora com aquilo tem pedra no coração. Ninguém resiste àquela música do Toquinho que a gente ouvia na infância...beijos e anime-se!

Bê Sant Anna disse...

HAHAHA. Boa. Mas o post era pra ser engraçado.
Na verdade, tragicômico...
Eu ia colocar o título de Cabeninho, mas fiquei com medo da Poderosa me processar, afinal, eu não sou Diogo Mainardi e nem José Simão... hehehe

Renata Feldman disse...

Logo você, Bê, esse poço de sensibilidade! Aposto que chorou até com a linda história de amor desse pai com essa filha! Acho que todo esse "drama" despertou em você o seu lado paternal... (Acertei?)
Beijo procê.
PS: Ah! Adorei o comentário acima. Ele me parece bem familiar, inclusive...

Bê Sant Anna disse...

HAHAHAH, você conheceu, tenho certeza. Mas não sei se sabe quem é.
Vou falar pra entrar no seu blog. ;)
Bê ijão, Feldman! Bê ijos na família linda...

Obs.: você sempre acerta.

Nin disse...

O (Ser) sensível

Sensibilidade para sentir é conseguir enxergar além da imagem e ouvir além do som.
É para poucos, bem poucos....
Basta um olhar pela janela e a alma transforma-se em sensações.

Anônimo disse...

Isso porque vc é homem, já imaginou de fosse mulher?
As mulheres sentem isso pelo menos uma vez por mês.
Sensibilidade à flor da pele. Mudanças de hormônios, uma loucura!!!!

Bê Sant Anna disse...

esses anônimos e seus comentários maravilhosos... pelo comentário acima, este anônimo deve ser anônima. hehehe

Raquel disse...

Essa música tá no começo do video dos meus 15 anos!
Não tem como não se emocionar.
Os relacionamentos são lindos. A vida é feita disso. Por isso a gente se emociona :)
Qualquer coisa que fale da relação "pai e filha" mexe comigo. Sou doida com meu pai. E acho que ele me vê uma menininha muitas vezes. Acho fofo!
Não sei quem criou o filme..se foi homem ou mulher, não importa. Só sei que foi um ser humano de muitíssima sensibilidade que tocou muita gente.
E "eu gostcho quando tu ta sensível e eu gostcho dessa musga" =D
Hihi

Beijos,
Quel
AMEI O POST!

Bê Sant Anna disse...

Que delícia de comentário! :)
Bê ijos!

Branca disse...

Bê, eu voltei. Me recobrei das emoções da primeira vez e assisti de novo o vídeo. Bom, eu queria te dizer que esse vídeo é a sua cara. Essa cena de pai e filha é profética pra sua vida!

bjos

Bê Sant Anna disse...

Será?
Sem a mãe da menininha do lado? ;)

Rachel Murta disse...

Êta, nóis! Falar de sensibilidade com uma lua desta que está neste céu de 05 de agosto é providencial, não? Não acredito em gente insensível, pois é tudo mentira, tudo pose, tudo covardia.

Anônimo disse...

então o tema é sensibilidade e emoção
vou pegar uma carona
emocionante é reencontrar uma pessoa querida
que realmente faz parte da minha vida e
poder dizer isso a ela
emocionante é descobrir que o que eu sinto é possível
e que essa pessoa querida sente o mesmo
e que é natural que é verdadeiro que é único
emocionante é redescobrir essa pessoa querida cantando
delícia cantar com ela
coincidências de gostos
de pessoas de histórias de sensações
coincidências de tempos
a terra é redonda e volta e meia nos revemos
dessa vez teve 8
e 8 me emocionou

Bê Sant Anna disse...

CARAMBA! que coisa emocionante!!!
E ainda bem que eu sei quem é essa pessoa anônima! Ufa!
Esse mundão de meu Deus e as surpresinhas em sua caixinha mágica...

V.Paim disse...

Nossa seu blog é perfeito, adorei o senso crítico rs o "cabeninho" da Ana Maria foi super engraçado! Adorei kkkkkk... parabéns!