sexta-feira, 24 de julho de 2009

à poetisa preguiçosa


à poetisa preguiçosa

Se se põe a ser poema,
sol poente, amanhã.
Que hoje descubra a trema
do universo, anciã.

Mesmo modelos melífluos
tem sua pungente pulsão.
Só se ultrapassa o venífluo
se for suspensa a razão.

Por isso, finque a bandeira,
do status, apodere;
nem que o espelho queira
lhe mostrar o que lhe fere...

Em compassada passada
rumo ao saber sem limite,
tomada sua estrada,
não titubeie, grite!

5 comentários:

Branca disse...

Poetisa preguiçosa? Falou comigo?
"nem que o espelho queira lhe mostrar o que leh fere" - falou comigo?

"em compassada passada rumo ao saber sem limite, tomada sua estrada, não titubeie, grite!" - FALOU COMIGO???

AMOOOO

bjos

Bê Sant Anna disse...

Branca, você é terrível. Hahahaha
Mas não foi pra você não. Se a carapuça servir...
Bê ijo!

Morena disse...

"Que hoje descubra a trema do universo, anciã"
" Só se ultrapassa o que corre nas veias se dixar de lado a razão."
" Ainda que o espelho lhe mostre, o que lhe fere"
" Não titubeie, grite" Nossa que lindo!
Para quem é endereçado? Conte para nós! Sei que em várias cabeças caberá a carapuça, mas o destino à apenas uma, afinal e assim que começa o texto "á" Beijim...

Lu disse...

Bê, em forma olimpica!

Se a sua poetisa esta em busca do "saber sem limite", o caminho deve ser no minimo tão arduo quanto o da fotografia acima.
Para anima-la, pensei em algumas sugestões, escolhidas dentre meus gritos preferidos:

- Yalla! = "Vamos la!", "Para frente é que se vai!", expressão preferida da irmã Emmanuelle, que durante seus quase cem anos de vida lutou incansavelmente para melhorar o mundo;
- Gambatte!, em bom japonês: "Persistência!", "Segura firme, mermão!";
- Chaud devant!, inicialmente, grito dos garçons franceses para abrir caminho ao carregarem bandejas com pratos fumegantes, cujo uso hoje se generalizou;
- Sai da frente que atras vem gente!, bem nosso.
- Manhêêê!, atemporal e sempre eficaz.
Agora, se ela é mesmo preguiçosa, creio que vai preferir este aqui:
- Benhêêê! , seguido de um invariavel "Faz um favorzinho pra mim?".

Bê Sant Anna disse...

Sabe que o único que não tem nada a ver com a anciã específica é o "Benhê"?!?
Mais firme, forte e batalhadora não há. Sem falar que pra falar com o marido ela não grita, fala bem mais baixo. Ela é danada... ;)
Obrigado pelos comentários!