segunda-feira, 20 de julho de 2009

De teste?


Tenho acordado volta e meia às 5 da manhã. 

Tá variando. Essa semana mesmo acordei 4:20h. Fico puto com essa minha falta de controle.
Tenho estado tenso, ansioso, em busca, demais... Em busca de mais. Talvez por isso tenha me tomado de assalto essa idéia de fazer o Caminho de Santiago com meu amigo de colégio.

Sabe quando deitamos na cama e o sono é superficial? Parece que não dormimos profundamente? Eu acordo a cada 15 minutos, parece. Como se alguém fosse entrar no quarto, como se alguém fosse me chamar, como se eu tivesse esquecendo alguma coisa. Credo. Acho que isso é saudade de dormir de conchinha.

Detesto abrir a geladeira só pra ver o que tem lá dentro (mesmo sabendo que tudo que está lá dentro fui eu quem colocou...). Detesto essa mania de não saber esperar. Detesto deixar os outros esperando porque detesto esperar. Detesto injustiça. 

Detesto o fato de detestar alguma coisa. Acho que tenho que estudar esta palavra: "detestar".
"De testar"... hum... pistas...

Detesto não saber como começar nem como terminar um texto neste blog... E detesto usar a palavra blog sem saber nem o que significa ou de onde vem isso. Saco. 

Já viu, né? Hoje estou de mau humor...

7 comentários:

Joana disse...

Ai, eu também. Mau humor total. Saco.

Lu disse...

Para começar:

Bê, até que eu poderia tentar umas injeções de Polyanna contra seu mau humor, tipo assim:
-pense: que bom que você não està num hotel repleto de baratinhas caminhando por cima do frigobar, dentro de seus sapatos, num quarto cujo ar condicionado é barulhentissimo ou està estragado.
-curta: que bom que você não està num carro cheio de gente, num dia de calor absurdo, com o motorista se perdendo e se enrolando, e voce agoniado porque està numa metropole e tem de dar uma conferëncia no outro lado da cidade, apesar do engarrafamento que piora e da hora que passa.

Mas acho meio arriscado: vai que o mau humor aumente? Ou que você seja extremamente alérgico a polyannismos?

Lu disse...

Para terminar:

Bê, achei bàrbara a interrogação sobre "blog": você pôs o dedo na ferida do vazio de sentido, tantas vezes remexida.

Não achei de primeira. O B de blog pertence na verdade a Web. "Weblog; we blog; web-log", jà estou ouvindo voce dizer.

E a delicia não pàra ai: "log" é tronco, e como os troncos jogados n'agua serviam para medir a velocidade dos barcos, "logbook" ficou sendo o diàrio onde se anotavam os detalhes do percurso (velocidade, distância percorrida, etc).
Logar = registrar.

Dai para B-log no Caminho de Santiago,é um passo. Bê-log, be log. Ou seja - arriscando atiçar seu mau humor com meu jogo de palavras chinfrim - eu logo, logo existo.

E ai, deu mau humor ou sorriso?

Paty disse...

"A noite vem pousando devagar
Sobre a terra, que inunda de amargura…
E nem sequer a bênção do luar
A quis tornar divinamente pura…
Ninguém vem atrás dela a acompanhar
A sua dor que é cheia de tortura…
E eu ouço a noite imensa soluçar!
E eu ouço soluçar a noite escura!
Porque és assim tão ’scura, assim tão triste?!
É que, talvez, ó noite, em ti existe
Uma saudade igual à que eu contenho!
Saudade que eu nem sei donde me vem…
Talvez de ti, ó noite!… Ou de ninguém!…
Que eu nunca sei quem sou, nem o que tenho!

Dias melhores virao...e noites tbem!!!
bjs
Paty

Morena disse...

Nossa.....
Cruzei seu caminho hoje no escuro, nem imaginava o que se passava do outro lado.
Mas tenho sono, não detesto e mau-humor, não me pega.
Vai passar muito antes que eu consiga dominar o táo necessário "português."

Renata Feldman disse...

Amigo, sono é sagrado, tinha mesmo que ficar de mau humor...
Não sei se essas dicas vão valer de alguma coisa, mas não custa tentar:
*Coma uma maçã antes de deitar.
*Tome um leite morno.
*Banho relaxante.
*Durma ouvindo uma música bem tranquila, estilo Kevin Kern.
*Reconheça que você está supra ansioso com essa viagem maravilhosa,e peça aos deuses para sonhar com Santiago!... Medite, relaxe, bons sonhos!...

Bê Sant Anna disse...

Puxa, que bacana.
Acho que vou começar a gostar de ficar de mau humor, só pra ver se comentários como esses aparecem por aqui...
Bê ijos, pessoal!